segunda-feira, 13 de setembro de 2010

A dança do acasalamento


No reino animal na época do acasalamento, cabe à fêmea escolher qual o melhor macho, o que lhe dará descendentes mais capacitados para garantir a perpetuação da espécie.

Nós humanos passamos pelo mesmo processo. A mulher escolhe o que mais se encaixa no seu gosto. Ela escolhe o mais bonito, o mais inteligente, o mais forte, o mais rico, o mais querido, enfim. Tudo dentro de suas possibilidades, porque ao contrário todas e estariam com o Giannechini ou com o Bill Gates.

E é claro que com a mulher independente, que trabalha, estuda, etc. E com essa busca do feminismo sem limite, a coisa já não é mais assim.

Os papéis se inverteram e cabe mais à mulher a dança do acasalamento. Os homens cada vez mais acomodados ficam à espera.

Por trás disso está uma força primitiva que é a necessidade de eternizar a existência.

Uma vez escolhido o macho ou a fêmea ideal, começa a fase da conquista, a fase boa da vida, fase essa que deveria durar para sempre.

Um vinho, um queijo, um sonzinho, luz baixa, olho no olho e uma noite inteira pela frente, a energia liberada no ar é coisa do outro mundo.

Sexo chega a ficar em segundo plano. “O melhor da festa é esperar por ela”

Mas antes que se espere chega o casamento.

Quem disse que devemos casar?

Sou completamente a favor do amor, da família, filhos e o escambau. Até do casamento pois já passei por vários, mas que não é da natureza do homem, ah não é. Dormir a vida toda ao lado da mesma pessoa, dividir o mesmo teto os mesmos problemas, TUDO.

Quem foi que disse isso? Nos empurram um modelo que é falho e engolimos sem ao menos questionar. O número de divórcios cresce a cada dia.

Vamos levar mais quinhentos anos pra nos darmos conta de que tudo deveria ser diferente.

Por que decidimos ceifar a melhor parte da vida, e nos casarmos?

E a parte boa da vida que é a conquista, a qual falamos acima é uma vez só na vida?

Não seria melhor vivê-la duas vezes ao ano? Já pensaram que aos 60 anos ao invés de termos vivido a fase da conquista apenas uma vez, poderemos tê-la vivido quase cem?

Aposto minhas fichas que a média de vida seria acima dos cem anos. O casamento mata! E a conquista renova!



22 comentários:

  1. Tu achas que vivendo assim tu vais chegar aos 60 anos?? Duvido!!! Vai morrer de alguma DST bem antes, porque ñ sei se tu sabes que camisinha ñ protege determinadas doenças (consulte um uro ou ginecologista).
    Fico me perguntando se tem alguma mulher que caia nessa tua lábia. Meu Deus!!!

    ResponderExcluir
  2. Gilson Paiva! Não acredito que tu penses assim! Estou pasma e muito triste! Jesus, toma conta!
    É por isso que as anônimas se manifestaram daquela forma? Juro que não quero acreditar!Mas essa aí de cima não deve ser uma delas, e ela tem razão, ouvi isso da boca do meu médico!
    Tivestes diversos(tantos)casamentos porque nunca amastes ninguém...então, o problema não é o casamento, o problema é contigo! Casamento é uma conquista diária! O verdadeiro amor constrói e o casamento só termina porque o amor adoece e as pessoas desistem, cansam e acabam buscando outro parceiro para recomeçar...mas isso não pode acontecer de seis em seis meses!!! Pelo amor de Deus! Às vezes nos enganamos na escolha de nosso parceiro, isso é normal, somos humanos, mas pessoas não são como copos plásticos... descartáveis, que a gente usa e joga fora porque enjoa e quer uma nova emoção !!!! Não, não e não! É por isso que nosso planeta está doente!
    Tô de mal contigo... não quero ler mais nada que tu escrevas sobre relacionamentos porque se eu perder o sonho, o encantamento ou as esperanças, é melhor morrer... socorro!! Quero colo!

    ResponderExcluir
  3. Vou ter que começar a escrever para quem entenda o que está lendo, eu não prego isso, e nao vivo assim, ate porque fui criado de maneira conservadora e já casei duas vezes, na Igreja e tudo. E para teu saber Leo, fui muito feliz mas muito feliz mesmo e aposto que minhas mulheres nunca terão nada nem parecido. Simplesmente quis dizer que o sistema não é o certo e que daqui a 500 anos teremos a maneira correta ou mais apropriada.
    E Cristina só para teu conhecimento o Renato Portaluppi ja transou com 5 mil mulheres e está aí firme e forte levando o Grêmio a vencer o Corinthians. Daqui a 500 anos DST vai existir apenas nos livros.

    ResponderExcluir
  4. Atenção, atenção: Sai David Coimbra, entra Pablo Santana.

    ResponderExcluir
  5. Mulheres, não levem o GPeto tão a sério! Ele é um sofista ... Flávio Gikovate, o psiquiatra do Gerson, na novela da Globo, tem uma interessante teoria de que o sexo esta relacionado com a agressividade e não com o amor, embora não concorde plenamente com este pensamento ele explica muitos comportamentos.

    ResponderExcluir
  6. Bah! agora eu gostei, sofista. Quem dera Mauro, eu só gosto de uma polêmica...
    Mas se cada um pensasse sobre o tema poderíamos debater de forma racional e evoluir em muitas questões, mas vira e mexe e continuamos com venda nos olhos e quando alguém tenta mostrar a verdade dos fatos ou discuti-la, jogam-no na guilhotina.

    ResponderExcluir
  7. GP, não entenda que estão querendo te crucificar. Apenas não concordam com tua poligamia. Quanto ao sofismo, no bom sentido, tu adora uma discussão pelo simples prazer da retórica, pela argumentação, pela polêmica. Foi neste sentido que eu me referi.

    ResponderExcluir
  8. Não pude conter minha curiosidade apesar da decepção.
    Mauro, tb. gostei (muito) dos teus comentários. Este Flávio G. ao qual te referes não é aquele que fala de "amor de boa qualidade" onde as relações atuais precisam ser baseadas em afinidades, inclusive de caráter e que um deve ser o melhor amigo do outro? Se não me engano tb. é o autor de um texto(PPT) que circulou há uns meses na rede, que falava da "SAWABONA" que na África quer dizer: eu te respeito, vc é importante prá mim (ou algo assim),chegou a receber?
    Mas essa teoria sobre amor e sexo que ele defende, não conheço; se me contar, agradeceria.
    Adorei o "Sofismo", mas no sentido de ser um raciocínio falso que resulta em absurdo...
    Então, por mais que o GP (na guilhotina) se contradiga, dizendo que queria dizer o que não disse e acabou dizendo o que todos nós entendemos, mas na verdade não era isso que queria dizer, no entanto está escrito e por isso registrado e dito, começou bem e acabou muito mal. E ainda acabou dizendo mais uma "M" confirmando o que já tinha dito mesmo sem querer dizer!
    Vamos combinar que o Renato Portaluppi não é ex. de nada prá ninguém, e eu, que tenho mais de 35 sei bem que esse cara é "uma besta elevado ao cubo". Mas... prá quem aguenta um analfabeto pinguço na Presidência há 8 anos, aguentar esse idiota vai ser fichinha... Boa sorte prá nós!

    ResponderExcluir
  9. A propósito GP, desculpa a minha sinceridade, sou um pouco avessa a subentendimentos.
    Quando dissestes "eu mesmo já passei por vários", entendi que tu tinhas passado por vários casamentos e que não era da natureza do homem dormir ao lado da mesma pessoa e tb. dividir os problemas com ela... foi isso que entendi, achei que estava escrito isso lá... mas acho que vou ter que voltar ao primário...
    Tenho que parar de exteriorizar meus pensamentos...

    ResponderExcluir
  10. Gilson,

    Não precisas estar te explicando tanto ou dizendo que és assim ou "assado". Quem já ti teve sabe muito bem o quanto és querido, carinhoso, ....enfim tudo de bom!!!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Rs,rs,rs... adoro quando vocês entregam os pontos! Mas que dificuldade, não conseguem admitir sem uma apelaçãozinha,né?
    Ó GP, ainda tô de mal contigo... mas apesar de discordar completamente de algumas das tuas idéias, ainda te amo amigão! Não posso deixar de citar tuas grandes qualidades de pai e amigo... tb. não esqueço que o Gi foi muito feliz na tua companhia e de teus queridos guris!
    Vou me esforçar prá tirar a venda dos olhos e enxergar tuas verdades, afinal a mentira é uma verdade que esqueceu de acontecer, não é mesmo? Rs,rs,rs... Bjs.

    ResponderExcluir
  12. Leo, a teoria é complexa, recomendo que procure no youtube algumas palestras dele, pois tenho receio de deturpá-la, contudo, me referi no seguinte contexto: alguns homens, na fase da infância, sentem-se menosprezados pelo sexo oposto. Quando adultos, procuram mostrar sua virilidade através do sexo "vingando-se", relacionando-se com diversas parceiras, não dando valor a nenhuma (agressividade). Como prova disso, ainda, ele cita que em vários idiomas os palavrões estão relacionados ao sexo. Por exemplo, F.O.D.A que deveria ser algo bom, agradável, é justamente o contrário. Outro exemplo são os homossexuais, que vivem na companhia das mulheres, sendo essas suas melhores amigas, contudo nas relações sexuais preferem os homens (a quem normalmente abominam).
    Disse que não concordo plenamente com essa teoria, pois funciona em relação aos homens, mas me parece que não está muito correta quanto às mulheres.
    Em relação ao texto que te referiste não conheço, mas ele escreve bastante sobre o tema e uma das ideias dele é essa de companheirismo, de parceria. Na internet tem bastante material dele, inclusive um muito bom num programa chamado "café filosófico". Se tiveres interesse dá uma olhada neste link:http://www.youtube.com/watch?v=KVNearWRxqc.
    Só uma coisa, não sou contra o romantismo. Acredito no amor, estou casado há quase 24 anos, com altos e baixos, contudo não me arrependo de nada.
    Outra coisa, não quero dizer com isso que o GP tenha sido menosprezado pelas mulheres na infância.
    Apenas que isso ocorre, em tese, com alguns homens, e por isso se tornam "galinhas" apenas por insegurança ou trauma da infância (babacas mal resolvidos).
    Sobre o Gilson, que conheço bem, é muito família.
    Tanto que casou várias vezes.
    Se ele não acreditasse no amor não entregaria seu coração!
    É mais ou menos como a história da raposa e as uvas verdes ...

    ResponderExcluir
  13. aaaah eu daria meu dedo (o mesmo do Lula) pra saber quem disse que eu sou tudo de bom...
    Mamãe!!! está com banda larga ou discada????

    ResponderExcluir
  14. Esse papo ficou muito cabeça pra mim... vou arejar...

    ResponderExcluir
  15. hahahahahahah!!! Me irrito mas também me divirto! (Ah, essa TPM...kkkk!)

    Mauro, valeu mesmo, cheguei a ver uma luz no fim do túnel e ganhei o colo que tava precisando... Me emocionei inclusive (preciso urgente de um antidepressivo, rs...). Que Deus abençoe a ti e aos que tu amas, sei como é o casamento, tb. amei e vivi 19 anos com a mesma pessoa. Mas hoje chego a pensar que eu amava sozinha... acredito tanto no amor, mas sinceramente, acho que cada um tem o que merece mesmo...Talvez eu não tenha merecido... só não gostaria de perder as esperanças!
    Vou procurar no youtube sim, parece fazer sentido e em contrapartida, vou ver se consigo o tal PPT com uma amiga, pois não o tenho mais. Se eu o encontrar, vou pedir pro GP te passar,ok?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Valeu Léo! Pede para o Gilson o meu e-mail. Só mais uma coisinha. Tem uma historinha que o Gibran conta sobre duas ostras conversando. Uma dizia que sentia uma coisa por dentro que a angustiava. Por vezes a sufocava, era algo que crescia diariamente e lhe causava muita dor. A outra ostra dizia: Graças a Deus nada tenho, me sinto muito bem! Nisso, um caranguejo que por ali passava disse a primeira: O que tu carregas dentro de ti é uma pérola, de rara beleza e extraordinário valor! E dirigindo-se a segunda falou: E tu amiga que se vangloria por estar sã por dentro e por fora do corpo na verdade está vazia!
    Penso que o amor que cultivaste por 19 anos seja como esta pérola!

    ResponderExcluir
  18. Puta que pariu!!! meu compadre é um poeta!!
    E Léo, não desiste não, e não pega qualquer um também, te valoriza porque tu tem valor e muito,
    tua hora vai chegar quando tu menos esperar. Podes crer. Bj

    ResponderExcluir
  19. Criatura iluminada... na escola em que tu fostes ensinado eu não passei no teste de admissão!
    Desde que meu irmão e porto seguro me foi arrancado rápida e precocemente, estas foram as primeiras palavras de carinho e compreensão que recebi. Obrigada novamente.
    Nas minhas orações, que estão há algum tempo esquecidas, vou incluir teu nome e a tua família abençoada...
    Mas, entrei aqui para passar o link do qual falei ontem. Foi o que consegui com minha amiga. O texto é mesmo do tal Flávio G. Vejam que legal!
    http://www.youtube.com/watch?v=QOo7EJRdBeI&hd=1
    Grande abraço
    Léo

    ResponderExcluir
  20. Muito Legal o vídeo do Flávio Gikovate!!! Fechou com que penso. SAWABONA a todos!!!

    ResponderExcluir
  21. Estou com você,. . . no dia, em que não houverem mais novidades, não houverem mais descobertas, novas sensações, não vale mais a pena.
    Evoluir, é também conhecer o novo.
    E, como eu já vi tuas, fotos, e o Giannechini, não anda me ligando, fico a tua disposição para "cair na tua lábia". . . bjão

    ResponderExcluir
  22. Mamãe! você outra vez!!!!
    É uma pena, mas nao tenho lábia, falo só o que o coração manda, e para ouví-lo vais ter que me conquistar...

    ResponderExcluir